Tropa Guia - ULA

Griro de Guerra:

Na Tropa Ula, queremos, unidas, vencer a aprender.
Com força e coragem, amigas pra valer.
Na ponte que une, o céu ao mar
Lá a Tropa Guia estará a acampar
Grupo Morvan
Tropa Ula"


A Tropa foi fundada em 1985, pela então chefe Aurélia Mendes e a primeira Patrulha foi a "Kaingang" que foi recebida oficialmente no Ramo Sênior em 14 de dezembro de 1985, ocasião do encerramento das atividades de 1985, quando a Tropa de Guias foi fundada. Na época a denominação era: “Guias Escoteiras”.


PATRULHA "KAINGANG"  - fundada em 14/12/1985.
Foram estas as primeiras Guias do Grupo:


(M)    Mônica de Abreu Pessoa
(SM)  Ana Cristina Ballio Pimentel

(G3)   Daniela Maria Pereira de Souza

(G4)   Rosália Lorenzo Gomes
(G5)   Raquel de Godoy Retz
(G6)   Patrícia Robalo Groke
(G7)   Loraine Pimentel


No Conselho de Patrulha, foi escolhido "Kaingang" como nome da
Patrulha e foi criado o 1º Grito de Guerra:
”Patrulha "Kaingang"!
Unidas à nação!
Estaremos sempre prontas

Pra cumprir qualquer missão!
Patrulha "Kaingang"!

As primeiras atividades foram:

  • “I Acampamento da Primavera” no Morro da Nova Cintra em Santos.

  • VII Adestro em Embu-Guaçu/SP,

  • III Encontro Nacional de Guias – ENAGUIAS – Curitiba/PR julho de 1986

  • VIII Adestro em Bertioga, 5 a 8 /09/ 1986.

  • Acampamento de Desafio, na Ilha de Barnabé.

  • IX Adestro, em Bertioga - 1987, sob nova chefia, Maria de Lourdes von Kruger Toledo, chefe Lilu. Concorreu pela primeira vez com outra
    patrulha do Grupo, a “Patrulha Kariri".  Nessa ocasião a "Kaingang" teve
    duas honras: receber a “Escoteira Lis de Ouro”, Juliana Pinto de Almeida e
    ganhar o troféu de 1º lugar.

  • Acampamento Móvel Aventuras e Emoções II, 30/01 a 03/02/87.

  • Aventura Sênior Nacional (São Francisco do Sul/SC 2001, Caconde/SP 2004, Florianópolis/SC 2007).

  • X ACAMCI 2007, São Vicente/SP.

  • Jamboree On The Internet 2007.

 

Com essa formação, criou-se o grito em tupi:
"Pac ypy rupi oçô
ojemocarmarar
coaracy, opabinhê
oçô cecar
Patrulha Kaingang"

 

Significado:
"Despertar, ir a pé,
travando amizade,
o sol, todos juntos
procurando!"

 

 O mascote da Patrulha é "Garfield",  o gato.

A formação da “Patrulha Kaingang" nesta época:
(M)   Tatiana Bezerra da Silva
(SM) Thais de Oliveira Coscia
(G1)  Aline do Nascimento
(G2)  Iolanda Rodrigues
(G3)  Mariana Ferreira Constantino
(G4)  Juliana Pinto de Almeida

(G5)  Isabel Cristina Costa Campiani

 

A seguir;

M    - Juliana Pinto de Almeida

SM  - Bianca Lopes Paes

(G3) - Márcia de Abreu Pessoa

(G4) - Gabriela Moraes  (Gaby)

(G4) -

 

TROPA DE GUIAS  "ULA"

Passaram pela Tropa, desde sua fundação, as seguintes Escotistas:

Aurélia Mendes - CP

Maria de Lourdes von Kruger Toledo ( Lilu ) – CP

Edith Moraes - CP

Júlia Agria Pedroso - IM  

Rosália Lorenzo Gomes - CB 

Sônia Regina Germanini Proença - CP    

Sílvia Cristina F. C. R. de Carvalho - CP 
Estelina Mendes Terra - IM

Hatsue Sugahara Moitinho - IM,

Thiago Pereira Moraes da Silva - CB

Carlos Henrique Cabral - CP 

Thiago Alves Ribeiro - CP.

Beatriz Simões de Campos Moura – IM

Roberta Haydeé Fonseca Pereira - IM

A Tropa completa é formada por quatro Patrulhas:

"Kaingang", "Kariri", "Apiaká" e "Waimiri".

 

PATRULHA "KARIRI" - 31/10/87

A Patrulha escolheu o nome "Kariri" no IX Adestro, 31/10 a 02/11/87, em
Bertioga, com o ingresso de algumas aspirantes no início do ano de 1987.

Cores: rosa e.........

Em  05/03/88, a Patrulha ficou assim constituída:


(M)   Raquel de Godoy Retz
(SM) Fabiana Penin

(G3) Roberta Lima Maahs
(G4) Samantha Alves S. Rocha
(G5) Sílvia Helena Costa Campiani

O grito da patrulha foi criado em 12/03/88:
"Poranga ombiará
xinga gá quá
tupã caramuru
Kariri guaxá"

Com a passagem das Rotas Sênior para Tropa, em 30/04/88, a Patrulha teve
essa formação:


(M)   Raquel de Godoy Retz
(SM) Fabiana Penin
(G3)  Samantha Alves S. Rocha
(G4)  Bianca Magenta
(G5)  Renata Robalo Groke

Pouco tempo depois, nova formação:


(M)   Ana Cristina Balio Pimentel
(SM) Juliana Pinto de Almeida
(G3)   Isabel Cristina
(G4)   Márcia de Abreu Pessoa
(G5)   Bianca Lopes Paes

Recebeu, em 01/10/88, as Rotas Sênior para a Tropa, ficando a Patrulha
assim constituída:


(M) Raquel de Godoy Retz
(SM) Sílvia
(G3) Samantha Aves S. Rocha
(G4) Fabiana Penin
(G5) Renata Robalo Groche
(G6) Lucilene

A formação da Patrulha "Kariri":


(M)   Mariana Scarpelini
(SM) Lívia Salles de Godoy
(G3)  Gabriela Dantas Ribeiro D'Acol
(G4)  Katharina Stippe Rodrigues
(G5)  Gabriella Souza da Silva
(G6)  Gabrielle Sessa Juarez

O mascote da Patrulha é "Snoopy", o cãozinho do Minduim.

 

PATRULHA "APIAKÁ"

Histórico:
Apiaká - Relativo à tribo indígena dos Apiakás, grupo Tupi, encontrada na primeira metade do século XIX, em Mato Grosso, na região da junção dos rios Arinos e Juruena.

Cultivavam mandioca doce e amarga, milho, batata doce, algodão etc. Ocupavam-se mais da pesca e da caça de porcos do mato, antas e capivaras. Fabricavam cestos, cerâmicas com decorações simples, teciam redes e ornamentos de penas. O homicídio, para eles, era seu "crime imperdoável" e seu castigo maior era a censura pública, para osculpados. Eram valentes e possuíam inteligência notável. (Enciclopédia Universal).

Patrulha Apiaká - fundação: 19/06/1988

Grito de Patrulha:

"Oquiriri opa
coti uaimeboê
Iromo çaucuba oribá
Ibitera Apiaká upiar"

Tradução:

"Estamos unidas
para aprender
com amor e alegria
a Patrulha Apiaká defender"

Fundadoras da Patrulha Apiaká:

(M)   Rosália Lorenzo Gomes
(SM) Roberta Maahas
(G3)  Sílvia Mendes Bastos Siqueira
(G4) Vanessa Onozato Ushimura
(G5) Márcia Augusta
Cores da Patrulha: Amarelo e Azul

Mascote da Patrulha: "Tuxedosan"

Em agosto de 1994, foi decidido em Corte de Honra a desativação temporária da Patrulha, por falta de guias na Tropa.

Para alegria da Tropa de Guias Escoteiras "Ula", foi decidida em Corte de Honra, no dia 12 de maio de 2001, pela reativação da “Patrulha Apiaká”, com a seguinte formação:

(M)    Eliane de Andrade Almeida
(SM)  Larissa Mendes Terra de Sousa
(G3)   Nadja Pousada Betim Paes Leme
(G4)  Juliana de Oliveira Lima
(G5)  Verônica Nemtzoff Muniz
(G6)  Débora Mendonça Lage

Em 29/09/2001, a Patrulha teve a seguinte formação:

(M)    Caroline Cieplinski Passos
(SM ) Verônica Nemtzoff Muniz
(G3)   Nadja Pousada Betim Paes Leme
(G4)   Débora de Mendonça Lage

 

PATRULHA WAIMIRI – 27/02/1993

 

No dia 13 de dezembro de 1992, ficou decidido, em Corte de Honra, a abertura da 4ª de Guias, a Patrulha Waimiri, sem elementos ainda definidos, só a monitoria:

M   – Fernanda Ferraz Vinagre

SM – Talita Agria Pedroso

G1 – Betânia Lopes Paes

G2 – Renata Myrrha

E, no dia 27 de fevereiro de 1993, teve a abertura oficial das atividades anuais, onde teve também a abertura oficial da Patrulha Waimiri.

 

HISTÓRICO DA TRIBO WAIMIRI

 

Tronco = ainda não identificado

Família = Karib

Língua = Atroari

Dialetos = Makuxi

Localização = a tribo ocupa parte dos estados de Roraima e Amazonas e é associada a uma tribo Atroari

 

No dia 10 de fevereiro de 1993, a Fernanda e a Talita pesquisaram, na Biblioteca Municipal de Santos, para fazer um novo grito de patrulha, o qual ficou assim:

 

“Epy rupi catú,

Moçupi nheong,

Jerupi oruci, Tupan rira oci

Xe angateri.”

IBITERA WAIMIRI!

Tradução:

“Ao longe,

Cumprindo a palavra,

Todas juntas juramos

Que até a morte lutaremos.”

PATRULHA WAIMIRI!

 

A mascote da Patrulha é o Mickey Mouse.

As cores da Patrulha são: Vermelho e Preto.

 

No dia 24 de fevereiro de 1993, a monitora Fernanda fez uma nova bandeirola para a Patrulha (fez surpresa para a Patrulha, só mostrando no dia da abertura).

 

No dia 26/02/1993, realizou-se o primeiro “Conselho de Patrulha”, na casa da Talitaa.

Elementos presentes:

M   – Fernanda Ferraz Vinagre

SM – Talita Agria Pedroso

G1  – Betânia Lopes Paes

G2  – Renata Myrrha

 

Também tivemos a passagem da escoteira Ellen Savioli Lobue, que veio para nossa Patrulha, sendo muito bem recebida e a guia Cíntia Regina Pacheco, vinda da Patrulha Kariri, ficando assim formada a Patrulha:

M   – Fernanda Ferraz Vinagre

SM – Talita Agria Pedroso

G1  – Cíntia Regina Pacheco

G2  – Betânia Lopes Paes

G3  – Renata Myrrha

G4  – Ellen Savioli Dobue

 

Aos 27 e 28 de março de 1993, realizou-se, na Base Aérea de Santos, o I Ponta de Flecha (Ramo Sênior), contando com a presença de nossa monitora Fernanda Verraz Vinagre e sub-monitora Talita Ágria Pedroso.

 

Aos 8, 9 e 10 de abril de 1993, realizou-se, no Sítio Vale das Flores, em Embu-Guaçu, o II Acamgirl’s, com a presença de toda a Patrulha, exceto o elemento Betânia Lopes Paes por motivo de viagem. Fora formadas Patrilhas, com lobinhas, escoteiras e guias, com atividades que satisfaziam os três ramos. O objetivo principal – de confraternizar as Seções – foi alcançado com êxito.

.

Aos 3 de novembro de 2001, com o afastamento da monitora Adriana Bason Rodrigues e da sub-monitora Juliana da Silva Nunes, por motivos escolares – foram estudar em Portugal – a Patrulha ficou com a seguinte formação:

M –    Patrícia de Oliveira Ozores Barroso

SM – Leila Paiser Assaf

3 –    Tatiane Yuri dos Santos Notoya

4 –    Carina Viana Marques

 

 

Foram também Monitoras da “Tropa Guia Ula”:

Aline Nascimento

Mariana Simões de Campos Moura Freire  - Escoteira da Pátria

Marianna Completo - Escoteira da Pátria

Luanda dos Santos Cabral

  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2020 - 55º Grupo Escoteiro Morvan Dias Figueiredo. Todos os direitos reservados.